Autos

BMW lança no Brasil a nova R 1200 GS

Motocicleta manteve as mesmas dimensões e motor, mas está com visual atualizado e novos equipamentosA BMW lança no Brasil a nova R 1200 GS, modelo mais vendido da marca no mundo. Com visual renovado e dinâmica aprimorada, a motocicleta ainda ganhou novos equipamentos. Apresentada no Salão de Milão (EICMA) em 2016, a bigtrail está disponível em duas versões, Sport+ e Premium+, dois pacotes inéditos, Exclusive e Rallye, e preços entre R$ 64.900 e R$ 75.900.Observado o visual, a nova R 1200 GS apresenta novas linhas, além de opções de cores e acabamentos. Há mudanças no para-lama dianteiro, com pequenos defletores que adicionam um toque aerodinâmico. Os painéis de compensação laterais do tanque de combustível também foram projetados recentemente. O novo estilo também está no radiador, que possui uma superfície galvanizada ou são feitos de aço inoxidável (pacotes Rallye e Exclusive). A identidade fora de estrada da motocicleta é elevada no pacote Rallye, vide pintura metálica Azul Lupine, transmissão preta, elementos de decoração destacados sobre os lados do tanque de combustível, estes em cores BMW Motorsport, e quadro na coloração Azul Cordoba.Já o pacote Exclusive traz tanque de combustível com elementos claros e cor marrom metálico. A transmissão é pintada de preto e os freios acabados em dourado.O painel de instrumentos exibe novo grafismo e leiaute, combinando elementos analógicos e um amplo visor digital. As cores disponíveis variam segundo a versão. Na configuração de entrada, estão disponíveis as cores branca e preta. O pacote Rallye traz uma tonalidade azul exclusiva e no pacote Exclusive a carroceria pode ser pintada na cor marrom.A nova BMW R 1200 GS manteve as dimensões da geração anterior. São 2,20 metros de comprimento; 1,41 metro de altura (sem espelhos); 95 cm de largura (com espelhos); 1,50 metro de distância entre-eixos e 85/87 centímetros de altura dos assentos (ajustáveis). O peso total (abastecido com combustível, óleo e fluidos) é de 244 quilos. A capacidade máxima de carga é de 216 kg. Já a capacidade do tanque de combustível, por sua vez, é de 20 l (mais cerca de 4 litros de reserva).MotorA bigtrail é equipada com motor boxer, bicilíndrico de oito válvulas, 1.170 cc, de 125 cv e 12,75 kgfm de torque. A unidade ainda reúne recursos como injeção eletrônica, módulo central remapeado, transmissão em eixo cardã e refrigeração mista (líquido e ar). O câmbio associado é de seis marchas com embreagem hidráulica lubrificada a óleo. O propulsor possui um catalisador adaptado para atender às exigências das normas de emissão da EU4. Há ainda no conjunto o suporte de um amortecedor de vibração no eixo de saída da transmissão e uma revisão do atuador do tambor de seleção e dos eixos de transmissão.Tecnologias proporcionam uma dinâmica mais aprimorada e conforto a bordo para piloto e passageiro. A R 1200 GS vem equipada de série com dois modos de condução: ‘Chuva’ e ‘Estrada’, oferecidos em conjunto com o controle de tração (ASC). Um opcional chamadado de ‘Riding Modes Pro’ inclui os modos de condução adicionais ‘Dynamic’, ‘Dynamic Pro’, ‘Enduro’ e ‘Enduro Pro’, assim como o controle de tração dinâmico (DTC), que permite aceleração mais eficiente e segura.Os modos de condução ‘Dynamic Pro’ e ‘Enduro Pro’, ativados por meio de um plugue codificado, oferecem opções de personalização que permitem adaptar o comportamento da moto. Outros elementos do Riding Modes Pro são o novo assistente de partida em rampa, os freios ABS e a luz de freio dinâmica, mais eficaz ao chamar a atenção para a frenagem da motocicleta.Em relação à segurança, o equipamento opcional ‘Ajuste de Suspensão Dinâmico (ESA)’, de nova geração, tem um sistema especial de amortecimento que se adapta de maneira automática à situação enfrentada pelo motorista, de acordo com sua condição de condução e a manobra realizada. Há também uma função totalmente automática de nivelamento para compensar os mais variados tipos de terreno.Já o pacote Rallye, disponível de fábrica, permite que a nova BMW R 1200 GS seja usada de forma mais ativa no off-road. Isto porque há suportes de mola mais longos, um curso de mola prolongado e a uma mola que deixa a suspensão mais rígida, permitindo melhor controle e conexão entre o piloto e a motocicleta.

More Autos

Hyundai Santa Fe cruza a Antártida

Utilitário esportivo encara expedição pelo continente gelado para relembrar histórica viagem de aventureiroOs SUVs da Hyundai foram os primeiros carros de passeio a atravessar o continente da Antártica, desde Union Camp até McMurdo, ida e volta. Os utilitários foram dirigidos por Patrick Bergel, bisneto do explorador polar e herói britânico, Sir Ernest Shackleton. A jornada, que aconteceu em dezembro de 2016, foi feita em comemoração ao centenário da heróica expedição Transantártica de Shackleton, de 1914 a 1916, e é relatada em um curta-metragem produzido pela Hyundai, apresentado pela primeira vez em um evento em Londres, na semana passada.O SUV da expedição de 30 dias foi um Santa Fe adaptado para utilizar pneus gigantes de baixa pressão. E, dessa forma, poder atravessar quase 5,8 mil quilômetros de terreno gelado em condições extremas. O modelo percorreu longas distâncias a temperaturas inferiores a 28ºC negativos, desbravando novos caminhos por plataformas de gelo flutuante que nunca haviam sido percorridas anteriormente por veículos com rodas. “A sensação era menos de estar dirigindo e mais de navegar pela neve. Foi uma expedição única, com um desafio que ninguém havia tentado antes. Teve tudo a ver com resistência, não velocidade. Nossa média foi de apenas 27 km/h”, disse Patrick Bergel.Um dos mais experientes especialistas em dirigir na Antártica, Gisli Jónsson, da Arctic Trucks, ficou encarregado de preparar o veículo antes do evento e liderou a expedição no continente. “Era um Hyundai Santa Fe convencional. Motor, sistema de gerenciamento, transmissão, diferencial dianteiro e cardã eram completamente originais de fábrica. Porém, tivemos que adaptar grandes pneus de baixa pressão, importantes para manter o veículo em cima da neve em vez de abrir caminho por meio dela. Usamos uma pressão nos pneus equivalente a um décimo da normalmente nas estradas”.Para acomodar os pneus, a carroceria do carro foi elevada com novos subchassis e suspensões. O veículo recebeu engrenagens dentro dos cubos de roda para lidar com diferentes forças e a necessidade de girar mais lentamente para rodar na mesma velocidade. As outras modificações foram o aumento da capacidade do tanque de combustível, a conversão do carro para rodar com combustível Jet-A1 — único disponível no continente — e a instalação de pré-aquecedor para o frio.HistóriaA primeira tentativa de Sir Ernest Shackleton de atravessar a Antártica aconteceu após a corrida ao Polo Sul, finalizada em dezembro de 1911 com a conquista do norueguês Roald Amundsen. Shackleton voltou sua atenção para a travessia da Antártica de mar a mar, pelo polo. Então, fez os preparativos para o que se tornou a Expedição Transantártica Imperial, de 1914 a 1917.Durante a expedição, seu navio Endurance ficou preso em um iceberg e foi esmagado. A tripulação escapou, acampando no gelo e depois lançando barcos salva-vidas para chegar à Ilha Elefante. E, posteriormente, à ilha habitada da Geórgia do Sul, uma viagem tempestuosa de 720 milhas náuticas e a mais famosa façanha de Shackleton. Em 1921, retornou para a Antártida com a expedição Shackleton-Rowett, mas morreu enquanto seu navio estava ancorado na Geórgia do Sul.

Autos Archives

Novo Up! é atual, mas ainda caro
Subcompacto da Volkswagen apresenta poucas novidades e tem preços a partir de R$ 39.900Em sua primeira atualização, três anos após o lançamento, o Up! continua sendo um ótimo carro na ...
Jaguar F-Type estreia motor 2.0 litros
Propulsor de quatro cilindros é opção econômica para o esportivo. Não há previsão do seu lançamento no BrasilO esportivo Jaguar F-Type estreia um novo motor entre as suas configurações: o ...
Carros importados estão em queda
Abeifa, associação do setor, atribui desempenho ruim ao IPI para modelos sem montagem no Brasil, aumentando preços As 18 marcas filiadas à Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos ...
O superesportivo ‘Fittipaldi EF7 Vision’ custara cerca de R$ 4,7 milhões
Serão fabricados 39 superesportivos EF7, em alusão às vitórias do ex-piloto brasileiro na Fórmula-1Apresentado ao público em março durante o Salão de Genebra, o superesportivo Fittipaldi EF7 Vision aguarda apenas ...
Ford cria berço para ‘enganar’ bebês que só conseguem dormir no carro dos pais
Desenvolvido pela filial espanhola da fabricante, móvel inteligente simula o balanço, as luzes e os sons de uma viagem automotivaEsta é mais uma da série “como não pensei nisso antes”. ...
Equinox substitui Captiva no Brasil
Veículo da Chevrolet chega ao país no segundo semestre do ano. Estimativa é que custe R$ 130 milRio – O lançamento do Chevrolet Equinox no Brasil foi confirmado pela marca ...
Novo Corolla é a vitória da sobriedade
Nova linha terá versão XRS que compõe a gama com acabamentos mais esportivos e mantém motor e câmbioRio – Muitos, principalmente da concorrência, se perguntam por que o Toyota Corolla ...
Honda WR-V foi pensado para o público brasileiro
Pequeno por fora e grande por dentro, SUV é equipado com motor 1.5 i-VTEC Flex e câmbio CVT em todas as versõesO WR-V, novo SUV da Honda, foi lançado e ...

Próxima Página »